Exposição Coletiva Olhar Sonhador – convocatória 2015 do festival!

No dia 14/11, na Avenida Rio Grande (Cassino, Rio Grande/RS) deu-se a abertura da exposição coletiva Olhar Sonhador, com trabalhos de artistas de diferentes regiões do país, selecionados em convocatória.

A convocatória teve ampla participação entre riograndinos(as), e artistas de diversas cidades do Rio Grande do Sul, formando um panorama sobre a produção regional e nacional.

A exposição coletiva Olhar Sonhador tem visitação aberta até 20 de dezembro, ao ar livre, na Avenida Rio Grande – um importante local de lazer na praia do Cassino.

Prestigie!

Cartaz expo Olhar Sonhador Photofluxo 2015(1)

.

Confira o texto curatorial da exposição:

Olhar Sonhador

Por quais recônditos o olhar perpassa?

Iniciemos com esta indagação, e, instigados pelas imagens, vamos tecendo a abertura de múltiplas possibilidades, tateando respostas.

Dada a matriz multifacetada e intensiva do tema, deparamo-nos com o convite à percepção sobre as coisas próprias do cotidiano, no encontro com os lugares/ambientes que nos tocam subjetivamente, e constituem modos poéticos de conceber a existência. Tratam-se de imagens do pensamento, em que o olhar se espacializa continuamente, na medida em que também cria espacialidades, espaços íntimos.

Aquele que sonha, em primeira instância, não se limita aos dados da “realidade”: assume sua efemeridade e multiplicidade de percepções. Pensamos, então, em níveis de criação, dados numa contínua relação entre arte e vida. Neste sentido, o olhar se derrama na paisagem, cria paisagens, constrói panoramas singulares: são ações que (re)inventam lugares. O olhar que sonha, fabula… Criador de imagens-devaneios. É possível pensar estas fotografias como micro-narrativas capazes de nos conduzir nesta viagem a diferentes mundos.

A convocatória Olhar Sonhador do VI Festival Rio Grande Photofluxo apresenta trabalhos de artistas de diferentes regiões do país, que forma um panorama sobre a produção na linguagem fotográfica em diferentes níveis: local, regional e nacional. A relação do festival com a comunidade também é ampliada, ao articular a apresentação destes trabalhos no espaço público da cidade, criando um interessante diálogo entre estas produções e o grande número de pessoas que vivenciam cotidianamente a Avenida Rio Grande como espaço de fruição e lazer.

É sempre instigante o convite a habitar o sonho. E, como em um exercício de dissolução de fronteiras, quando somo capazes de habitar o sonho do outro, podemos experienciar um pleno movimento de alteridade. As fotografias seguem ecoando o convite à fabulação.

 Beatriz Rodrigues – Curadora

.

.

Ficha técnica da exposição:

Concepção gráfica e diagramação: Célia Pereira

Montagem: Suzana dos Santos e Ubirajara dos Santos

Documentação fotográfica: Beatriz Rodrigues

 

 

E junto ao gazebo do Grupo Photographein (UFPEL/CNPq), deu-se o lançamento dos Photopostais, com trabalhos de artistas selecionados na modalidade específica da convocatória Olhar Sonhador.

.

Anúncios